O governo israelense decidiu neste domingo libertar em breve 250 prisioneiros palestinos, em virtude de uma promessa feita ao presidente palestino Mahmud Abbas, informaram fontes oficiais.

Estas libertações devem acontecer por ocasião da festa muçulmana de Al-Adha, no dia 8 de dezembro.

Os prisioneiros palestinos que serão beneficiados pela medida devem ser designados por uma comissão especial. Nenhum deles pertence ao movimento islâmico Hamas, que tomou o controle da Faixa de Gaza em junho de 2007, destacou um alto funcionário do governo israelense.

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, anunciara em 17 de novembro durante uma reunião com Abbas em Jerusalém a libertação de 250 prisioneiros palestinos.

Israel libertou 198 prisioneiros palestinos em agosto passado. Cerca de 11.000 ainda estão nas prisões israelenses.

rb/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.