Israel vai assistir reunião da OEA para rebater influência do Irã

Israel enviará um representante à próxima reunião de cúpula anual da Organização dos Estados Americanos (OEA) na próxima semana para tentar contra-atacar a influência do Irã na América Latina.

AFP |

O vice-ministro das Relações Exteriores, Danny Ayalon, deve se reunir com os representantes de vários países latino-americanos durante a reunião nos dias 2 e 3 junho em Honduras, no momento em que Teerã reforça os laços comerciais e militares com alguns países, como Venezuela e Bolívia.

"Israel vê nesta reunião de cúpula a oportunidade de fortalecer seus laços econômicos e diplomáticos com a América Latina e enfrentar a implicação do Irã e do Hezbollah na região", declarou.

O envio, pela primeira vez em muitos anos, de um alto representante a uma reunião da OEA é uma decisão do ministro das Relações Exteriores israelense, Avigdor Lieberman, de reforçar os laços diplomáticos de Israel com a América Latina.

Depois da reunião da OEA em Honduras, Ayalon viajará a Washington para encontros na Casa Branca e no Departamento de Estado.

Israel suspeita que Venezuela e Bolívia ajuam o Irã no controverso programa nuclear, com o fornecimento de urânio, segundo um documento oficial do ministério das Relações Exteriores israelense.

rb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG