Israel suspeita de túnel e bombardeia prédio em Gaza

Por Nidal al-Mughrabi GAZA (Reuters) - Uma aeronave israelense bombardeou neste domingo um edifício na Faixa de Gaza que, segundo os militares, servia para os palestinos chegarem a um túnel que era usado para realizar ataques do outro lado da fronteira.

Reuters |

O ataque aéreo, que terminou sem feridos, ocorreu apenas algumas horas após o Hamas afirmar que palestinos não identificados haviam explodido artefatos em dois postos de segurança na cidade de Gaza.

O Hamas, que controla o território, descreveu o alvo israelense como um "terreno aberto", mas testemunhas afirmaram que o ataque mirava um edifício com dois cômodos e um quintal. Segundo elas, o prédio foi destruído.

Os militares israelenses afirmaram em comunicado que o ataque da Força Aérea foi realizado em resposta ao lançamento de um foguete de Gaza para Israel, no sábado. O foguete não feriu ninguém, e nenhum grupo assumiu responsabilidade pelo ataque.

"O túnel foi projetado para infiltrações em território israelense com o objetivo de se executar um ataque terrorista", afirma o comunicado. "Ele foi cavado a partir de um edifício a 1,5 quilômetro da cerca de segurança".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG