Israel reposiciona barreira em territórios ocupados da Cisjordânia

Barreira de metal em Bilin foi derrubada por tratores; tribunal israelense havia determinado a transferência há quatro anos

iG São Paulo |

Israel começou a reposicionar neste domingo parte de sua barreira nos territórios ocupados da Cisjordânia, quatro anos depois de um tribunal decidir que a mesma deveria ser realocada para garantir aos palestinos maior acesso aos terrenos agrícolas.

AP
Garoto palestino assiste a trator derrubando o muro em Bilin, na Cisjordânia
Tratores israelenses derrubaram uma parte da barreira, feita de metal. A nova barreira, de concreto, foi erguida a cerca de 600 metros da antiga rota próxima ao assentamento judaico de Modiin Illit. O Exército israelense destruiu uma torre com vista para Bilin na quarta-feira e manifestantes chocaram um trator contra o muro na sexta-feira.

Palco de protestos

A área abrangida pela decisão fica em Bilin, uma aldeia palestina a cerca de 25 quilômetros de Tel Aviv, que muitas vezes foi cenário de violentos protestos contra a barreira que Israel chama de necessidade de segurança e palestinos classificam como apropriação de terras.

A Corte Suprema de Israel determinou em 2007 que a cerca fosse transferida após requerimento dos proprietários de Bilin dois anos antes.

Palestinos, no entanto, foram reticentes ao dar boas-vindas à mudança. "Fico feliz, mas ainda estamos longe do que buscamos e queremos alcançar", disse Mohammed Khatib, do Movimento Popular de Resitência de Bilin.

*Com Reuters e BBC

    Leia tudo sobre: israelcisjordâniabarreirapalestinos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG