Israel reitera confiança em papel mediador do Brasil para Oriente Médio

O diretor político da Chancelaria de Israel, Rafael Barak, reiterou nesta terça-feira que seu país confia no papel mediador do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no conflito do Oriente Médio.

EFE |

Barak chegou hoje a Brasília para preparar a visita que Lula deve fazer a Israel em março. Ele disse à imprensa que "a mensagem que o presidente Lula pode levar é que as duas partes (israelenses e palestinos) se sentem para discutir todos os temas e buscar um acordo de paz em prol da convivência".

No entanto, esclareceu que "esse esforço deve ser concluído pelas partes" em conflito, pois "os que vivem na região é que devem chegar a um acordo".

Lula deve viajar a Israel em meados de março em uma breve viagem pelo Oriente Médio que incluirá uma visita aos territórios palestinos e uma escala na Jordânia.

Em maio, Lula voltará ao Oriente Médio, para uma visita ao Irã que já despertou polêmicas e protestos de setores conservadores e da comunidade judaica brasileira.

Desde meados do ano passado, Lula se ofereceu para fazer mediação no Oriente Médio. Em novembro passado, ele recebeu em Brasília visitas dos presidentes de Israel, Shimon Peres; da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas; e do Irã, Mahmoud Ahmadinejad.

Leia mais sobre Oriente Médio

    Leia tudo sobre: oriente médio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG