Israel recorda os três anos de cativeiro do soldado Gilad Shalit

Os israelenses recordaram nesta quinta o soldado Gilad Shalit por ocasião do terceiro aniversário de sua captura pelo movimento radical Hamas.

AFP |

Vários jornais publicaram em sua primeira página fotos do jovem militar, que aparentemente se encontra cativo na Faixa de Gaza.

Quando foi capturado, Gilad Shalit era cabo e tinha 19 anos. Caiu prisioneiro do Hamas e de outros pequenos grupos palestinos que deixaram Gaza em 25 de junho e atacaram um posto do exército, matando outros dois soldados.

Acredita-se que Shalit, que foi promovido a sargento durante seu cativeiro, se encontre em alguma parte da Faixa de Gaza, dominada pelo Hamas há dois anos.

O jornal Haaretz informou que Israel recebeu recentemente informações, através do Egito, de que Shalit goza de uma saúde relativamente boa.

Durante vários meses Israel e o Hamas realizaram negociações indiretas, através do Egito, para uma troca de prisioneiros, mas não chegaram a um acordo.

Organizações de direitos humanos como a Human Rights Watch (HRW) exigem que o Hamas permita que o soldado dê notícias a sua família, afirmando que é injusto que ele sofra por causa do conflito com Israel.

Mais de dois terços dos judeus israelenses são favoráveis à libertação de presos palestinos, incluindo aqueles que cometeram atentados, em troca do soldado Gilad Shalit.

No total, 69% das pessoas entrevistadas são favoráveis à troca, 28% contrárias e 8% não têm opinião, segundo a pesquisa publicada no site Ynet, do jornal Yediot Aharonot, no dia em que o rapto de Shalit completa três anos.

Em outra pergunta, apenas 25% consideram que o governo anterior, dirigido por Ehud Olmert, fez todo o possível para libertar o soldado israelense, com 62% que pensam o contrário.

A pesquisa realizada pelo instituto independente Rafi Smith ouviu 500 pessoas dentro da população judaica de Israel (80% da população global de Israel) e tem margem de erro de 4,5%.

ms/fp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG