Israel reconhece 30 soldados feridos, mas não confirma mortes

O exército israelense reconheceu neste domingo que 30 de seus soldados se feriram durante o primeiro dia de operação terrestre na Faixa de Gaza, sem indicar qualquer baixa fatal, informou à AFP um porta-voz militar.

AFP |

"Trinta militares foram feridos, dois deles - um oficial e um soldado - de maneira grave", disse o porta-voz, no primeiro balanço oficial divulgado pela parte israelense.

A fonte desmentiu informações de que um soldado israelense tenha morrido durante a ofensiva, destacando que o exército israelense "não contabilizava nenhuma baixa" na manhã deste domingo.

O grupo radical islâmico Hamas havia publicado um comunicado no qual afirmava ter matado nove soldados israelenses durante os enfrentamentos, enquanto o canal Al Jazeera dava conta de um morto.

O exército israelense constatou, por outro lado, uma redução significativa no número de foguetes lançados contra seu território desde o início da ofensiva terrestre, no sábado.

"Oito foguetes de curto alcance e sete obuses de morteiro foram disparados desde o início da operação terrestre em direção a Israel, sem que fossem registradas vítimas", declarou o porta-voz israelense.

O exército afirma ter "matado ou ferido dezenas" de combatentes palestinos, mas o Hamas não informou o número de baixas em suas fileiras.

ms/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG