Israel paga US$ 10,5 milhões à ONU por danos que lhe causou em Gaza

Nações Unidas, 22 jan (EFE).- Israel pagou uma indenização de US$ 10,5 milhões pelos danos que seu Exército causou às instalações das Nações Unidas na Faixa de Gaza durante a ofensiva de há um ano contra o Hamas, informou hoje o organismo multilateral.

EFE |

"Com este pagamento, as Nações Unidas consideram concluídos os assuntos financeiros relacionados com esses incidentes", disse em entrevista coletiva o porta-voz da ONU, Martin Nesirky, que transmitiu a satisfação do secretário-geral, Ban Ki-moon, pela "cooperação" mostrada por Israel nas negociações.

Nesirky assinalou que a indenização em si mesma não servirá para reparar os prédios e as instalações danificadas pelo bombardeio israelense, já que para isso se necessita o levantamento das restrições israelenses que impedem a entrada de cimento e materiais de construção em Gaza, disse o porta-voz.

O organismo multilateral apresentou no ano passado uma reivindicação ao Executivo israelense pelos US$ 10,5 milhões em danos sofridos em suas escolas, escritórios e prédios no território palestino.

Uma comissão nomeada pelo secretário-geral atribuiu então à "negligência e à imprudência" do Exército israelense sete dos nove ataques sofridos pelas Nações Unidas durante o conflito, e que deixaram cerca de 50 mortos.

A ofensiva israelense contra o movimento islamita Hamas realizada de 27 de dezembro de 2008 a 17 de janeiro de 2009 provocou a morte de 1.400 palestinos e deixou 5.000 feridos, a maioria deles civis.

No lado israelense os mortos como consequência dos combates e os 800 foguetes disparados de Gaza chegaram a treze, entre eles três civis, e cerca de 200 feridos. EFE jju/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG