Israel não pretende bombardear o Irã

Israel não tem a intenção de bombardear o Irã, afirmou o ministro israelense das Relações Exteriores, Avigdor Lieberman, negando os boatos insistentes de que o Estado hebreu pretende realizar tal ato em consequência do programa nuclear iraniano.

AFP |

"Não temos a intenção de bombardear o Irã", declarou Lieberman, de ultradireita, em uma entrevista coletiva em Moscou.

"O programa nuclear iraniano não é um problema para Israel, é um problema para o Oriente Médio. Ninguém deve contar conosco apenas para solucionar este problema", completou.

Ao mesmo tempo, Lieberman anunciou que Israel boicotará qualquer conferência sobre o Oriente Médio, em particular a prevista por Moscou, no caso de participação dos movimientos radicais Hamas e Hezbollah.

"Não participaremos em nenhuma conferência, nem em Washington, nem em Moscou, na qual participem o Hamas ou o Hezbollah", declarou Lieberman.

Lieberman, que integra o governo de direita Benjamin Netanyahu, respondeu assim a declaração de terça-feira do ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, de que o Estado hebreu estaria disposto a participar em uma conferência sobre o Oriente Médio prevista para este ano em Moscou.

neo-vl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG