Israel não pode aceitar um Irã com armas atômicas, diz ministro

Israel não pode aceitar que o Irã tenha armas nucleares, afirmou nesta terça-feira o ministro israelense da Defesa, Ehud Barak, durante um encontro com a secretária americana de Estado, Condoleezza Rice.

AFP |

"Barak insistiu no fato de que Israel não pode aceitar que o Irã tenha acesso a armas atômicas e destacou que não descarta qualquer opção", revela uma nota da chancelaria israelense sobre o encontro com Rice.

"Os Estados Unidos devem seguir impondo sanções econômicas eficazes com o objetivo de impedir progressos no programa nuclear iraniano", insistiu Barak durante sua reunião em Tel Aviv com Rice, que realiza um giro pela região para tentar desbloquear as negociações entre israelenses e palestinos.

Rice chegou hoje a Tel-Aviv para tratar de desbloquear as negociações de paz no Oriente Médio.

Israel, o único país da região com armas nucleares, considera o Irã sua principal ameaça, devido ao programa nuclear de Teerã, que visaria desenvolver armas atômicas, segundo o Estado hebreu e seu principal aliado, os Estados Unidos.

Washington não descarta uma ação militar contra o Irã, mas, no momento, tem optado pelo caminho diplomático.

jlr/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG