Uma palestina morreu neste sábado por disparos de guardas fronteiriços israelenses depois de abrir fogo contra eles, anunciou um porta-voz da polícia israelense.

"Os policiais dispararam e mataram uma palestina que abriu fogo com uma arma na entrada de uma base da fronteira, perto de Birsheva (Neguev)", declarou o porta-voz Moshé Finsi à AFP.

Segundo a imprensa israelense, ela carregava um cinturão de explosivos, mas a polícia não confirmou esta informação.

bur-ms/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.