Israel: Mofaz anuncia retirada da política após vitória de Livni no Kadima

Jerusalém, 18 set (EFE).- O ministro dos Transportes israelense, Shaul Mofaz, anunciou sua retirada da política, após perder nas eleições primárias do partido governante Kadima realizadas na quarta-feira frente à titular de Assuntos Exteriores, Tzipi Livni.

EFE |

Mofaz, general na reserva que desempenhou antes os cargos de ministro da Defesa e chefe das Forças Armadas de Israel, anunciou hoje que, após consultar a família, decidiu "tirar um descanso da política", informa a imprensa local.

Antes, desejou a Livni "a melhor das sortes", disse "aceitar os resultados das eleições" realizadas ontem e precisou que sua decisão diz respeito a que "o que é bom para o país é mais importante que qualquer interesse pessoal".

Além disso, acrescentou que não se apresentará a futuras eleições legislativas ou buscará um assento entre os membros do novo Governo.

"Não solicitarei um cargo ou posição no próximo Governo ou na Knesset (Parlamento israelense)", disse Mofaz, acrescentando que, por enquanto, continuará como membro do Kadima. EFE db/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG