Israel minimiza risco de conflito armado com a Síria

O número dois do governo de Israel, Haim Ramon, minimizou nesta quinta-feira o risco de um futuro conflito militar entre seu país e a Síria.

AFP |

"Israel não tem a intenção de atacar a Síria e esta afirma apenas que está disposta a responder; portanto, o risco de um conflicto militar é muito pequeno", afirmou Ramon.

"Comprovamos constantemente se seria possível manter negociações de paz com a Síria. Infelizmente, este país está profundamente ligado a suas relações com o eixo do mal do Irã e do Hezbollah xiita libanês", completou.

O chefe adjunto do Estado-Maior, general Dan Harel, também descartou a possibilidade de um conflito armado israelense-sírio.

ChW/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG