Israel mata três combatentes palestinos em Gaza

Três combatentes palestinos morreram e dois ficaram feridos nesta quinta-feira em um ataque aéreo israelense perto do campo de refugiados de Maghazi, no centro da Faixa de Gaza, informaram os serviços médicos palestinos.

AFP |

Um dos mortos era integrante do braço armado da Jihad Islâmica e outro da Frente Democrática de Libertação da Palestina (FDLP).

Um terceiro combatente ferido no ataque faleceu mais tarde no hospital, segundo fontes médicas. A identidade desta vítima não foi divulgada até o momento.

O ataque aéreo tinha como alvo um grupo de homens armados que dispararam um foguete antitanque contra uma unidade militar no lado israelense da barreira de segurança que estabelece a fronteira entre Gaza e Israel, segundo uma fonte militar israelense.

Três foguetes lançados a partir da Faixa de Gaza atingiram nesta quinta-feira o território israelense, mas não provocaram vítimas ou danos.

Em resposta aos disparos de foguetes, a aviação israelense realizou na noite de hoje quatro ataques contra túneis utilizados para contrabandear armas do Egito para a Faixa de Gaza, anunciou um porta-voz militar em Tel Aviv.

"Nossos aparelhos atacaram quatro túneis sob a fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egipto, na altura de Rafah", no sul do território palestino, disse o oficial à AFP.

Testemunhas palestinas confirmaram os ataques aéreos nos arredores de Rafah, que não deixaram feridos.

Em um comunicado publicado em Gaza, as Brigadas Al-Qods, braço armado da Jihad Islâmica, reivindicaram na noite de hoje "cinco novos disparos" de foguetes contra Israel, em represália pela morte de Khaled Saahlan.

Na quarta-feira à noite, um líder do braço armado da Jihad Islâmica, Khaled Saahlan, faleceu em consequência dos ferimentos sofridos em um ataque de Israel perto do campo de refugiados de Jabaliyah, anunciou o movimento radical islâmico.

afp/fp/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG