Israel libertará cerca de 200 prisioneiros palestinos (oficial)

O governo israelense aprovou neste domingo a libertação de cerca de 200 prisioneiros palestinos para reforçar os esforços de paz e a posição do presidente da Autoridade Palestina Mahmud Abbas, anunciaram autoridades israelenses.

AFP |

Uma dessas autoridades, que pediu para não ser identificada, indicou que o governo havia aprovado uma lista de nomes, embora as famílias de vítimas israelenses ainda possam apresentar um recurso.

Segundo a fonte, dois autores de atentados cometidos no final dos anos 70, que mataram ou feriram israelenses, estão a princípio entre os prisioneiros que serão libertados.

As autoridades israelenses informaram que na segunda-feira um comitê ministerial se reunirá para dar a aprovação definitiva às libertações.

Essas libertações são uma "medida de confiança no presidente palestino Mahmud Abbas, para reforçar os moderados" palestinos, destacou neste domingo Mark Regev, porta-voz do primeiro-ministro israelense Ehud Olmert.

Mais de 11.000 palestinos estão presos em Israel. Sua libertação é uma das principais reivindicações da Autoridade Palestina.

rb-mel/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG