Ramala - Israel libertou hoje cerca de 200 presos palestinos como gesto de boa vontade em relação ao governo presidido por Mahmoud Abbas.

Os presos foram transferidos em ônibus da prisão israelense de Ofer, situada na Cisjordânia, até o posto de controle de Bitunia, perto de Ramala, informaram fontes da Organização para a libertação Palestina (OLP) que pediram para não ser identificadas.

Centenas de parentes esperam os libertos na Muqata, sede da Autoridade Nacional Palestina (ANP), onde serão recebidos pessoalmente pelo presidente Abbas.

Esta libertação demonstra que "Israel está disposta a fazer concessões dolorosas para avançar nas negociações de paz", segundo assegurou hoje o escritório de imprensa do Governo israelense em comunicado.

Leia mais sobre: Israel

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.