Israel lamenta perda de Edward Kennedy

Jerusalém, 27 ago (EFE).- O presidente israelense, Shimon Peres, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, lamentaram hoje a morte de Edward Kennedy, a quem definiram como um grande e profundo amigo do Estado e do povo judeus.

EFE |

"Ted Kennedy foi um grande líder americano e também um grande amigo do Estado de Israel. Tinha uma voz forte e original, que era ouvida e respeitada no mundo todo. Era totalmente independente em seu pensamento e sua forma de expressar as coisas", disse Peres, em comunicado.

O presidente israelense ressaltou que Ted Kennedy, que morreu na terça-feira aos 77 anos, vem de uma "família que conheceu grandes tragédias, mas também mostrou grandeza de muitas maneiras".

"Ouvimos como um líder mundial, porque era grande em todos os aspectos de nosso tempo e nossa geração. É uma verdadeira perda para o povo americano. É também uma dolorosa perda para nós", concluiu.

Netanyahu expressou suas condolências à família Kennedy e ao povo americano, em outro comunicado.

"Ted foi um amigo durante os últimos 30 anos. Um dos maiores patriotas que surgiu na nação americana, uma pessoa especial e um profundo amigo de Israel e do povo judeu. Sentiremos muito sua falta", disse o chefe do Governo israelense. EFE ap/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG