Israel manterá o bloqueio da Faixa de Gaza, controlada pelo grupo radical islâmico Hamas, até que os palestinos libertem o soldado Gilad Shalit, disse nesta terça-feira um alto funcionário do governo israelense.

"Não abriremos mais as passagens para Gaza até que eles libertem Gilad Shalit", afirmou o oficial, que pediu anonimato.

Shalit foi sequestrado em 2006 na fronteira israelense com a Faixa de Gaza por militantes do Hamas, que tomou o poder no território em junho de 2007.

rb-pfm/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.