Israel fecha passagens com Gaza após ataques com foguetes

Jerusalém, 25 nov (EFE) - Israel fechou as passagens fronteiriças com a Faixa de Gaza após milicianos palestinos dispararem dois foguetes em direção a território israelense, e um dia depois de ter permitido a entrada de ajuda humanitária e produtos básicos à região.

EFE |

Os postos de controle permaneceram abertos durante o dia de hoje, o segundo consecutivo, disseram à Agência Efe fontes oficiais israelenses, mas a decisão de fechá-los entrou em vigor pouco depois do ataque com foguetes e se prolongará nesta quarta-feira.

A medida, adotada pelo Ministério da Defesa, se produz um dia após Israel ter autorizado a entrada de várias dezenas de caminhões carregados com ajuda humanitária para a população da faixa, onde moram 1,5 milhão de pessoas.

No entanto, as autoridades israelenses impedem os jornalistas de ter acesso à Faixa de Gaza há três semanas, uma situação que levou a Associação da Imprensa Estrangeira em Israel a entrar com um requerimento perante a Corte Suprema.

A máxima instância judicial deu ao Estado um prazo de 15 dias para responder à solicitação dos jornalistas.

Israel cercou praticamente o acesso à Gaza pelas passagens industriais e fronteiriças em 5 de novembro, pouco depois que a trégua com as milícias palestinas começou a fraquejar, após uma ofensiva militar israelense que foi respondida com dezenas de foguetes. EFE db/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG