Israel faz exercício militar para combater Hisbolá

Treinamento terá duração de cinco dias e irá testar a força do país caso haja conflito com a milícia xiita libanesa

EFE |

JERUSALÉM - Israel iniciou hoje um amplo exercício militar destinado a provar a reação do país perante um eventual conflito, que acendeu os alarmes na milícia xiita libanesa Hisbolá, com a qual já manteve um confronto há quatro anos.

De cinco dias de duração, o programa é efetuado pelo quarto ano consecutivo como "uma medida adicional para preparar o público e as autoridades locais para períodos de emergência", indicou o Exército israelense em comunicado.

AP/SEBASTIAN SCHEINER
Soldados israelenses vestindo máscaras de gás levam um manequim simulando um ataque de mísseis químicos em uma base militar perto de Tel Aviv

As manobras, cuja realização tinha sido planejada de antemão, estarão centradas na preparação das autoridades locais perante situações de emergência.

Durante os três primeiros dias, os exercícios envolverão unicamente as forças de segurança, os serviços de emergência, os ministérios e outros prédios governamentais.

* Com EFE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG