Israel favorável a prorrogação de trégua com Hamas em Gaza

Israel é favorável a prolongar a trégua vigente desde junho com o movimento radical Hamas em Gaza, apesar da retomada dos confrontos, o que na quarta-feira matou sete palestinos e provocou disparos de foguetes contra Israel.

AFP |

"Esperamos que a trégua volte a ser aplicada. Acreditamos nesta trégua e, ao que parece, a situação está se acalmando", afirmou o vice-ministro da Defesa israelense, Matan Vilnai.

Vilnai disse que o Exército israelense atuou na madrugada de quarta-feira na Faixa de Gaza para destruir um túnel que seria utilizado para um "grande atentado contra Israel que teria acabado definitivamente com a trégua".

A trégua entrou em vigor em 19 de junho por um período inicial de seis meses, após um acordo entre o Hamas e Israel, negociado por intermédio do Egito.

O porta-voz do Hamas, Fawzi Barhum, afirmou que a prorrogação da trégua precisa de consultas entre as facções palestinas que aprovaram a mesma.

Porém, acrescentou que a eventual prorrogação da trégua "não impedirá a resistência de responder às violações da ocupação israelense".

Sete ativistas palestinos morreram entre terça-feira e quarta-feira na Faixa de Gaza em ataques israelenses. Os grupos armados palestinos lançaram mais de 50 foguetes contra o sul de Israel, mas não provocaram vítimas.

Leia mais sobre: Israel - Hamas

    Leia tudo sobre: hamasisrael

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG