Israel evitou ataques contra israelenses no exterior

Israel frustrou recentemente várias tentativas de ataque contra israelenses no exterior em cooperação com os serviços de segurança de outros países, declarou nesta quarta-feira o ministro da Defesa Ehud Barak.

AFP |

"Já abortamos, graças à cooperação com serviços estrangeiros, pelo menos duas tentativas de ataques em vários lugares do mundo", disse o ministro à imprensa.

"Está claro que existe um perigo considerável para as personalidades que viajam para países muçulmanos onde não temos cooperação alguma nem em matéria de segurança nem de inteligência", acrescentou antes de fazer um apelo aos israelenses que vivem no exterior para que se mantenham "atentos".

No início de setembro, o jornal Yediot Aharonot revelou que os serviços de segurança israelenses haviam evitado pelo menos cinco seqüestros de empresários israelenses por parte do movimento xiita libanês Hezbollah em África, Ásia e América do Sul.

Essas ações tinham como objetivo vingar o assassinato, atribuído pelo Hezbollah a Israel, de um dos chefes militares da milícia aliada do Irã, Imad Mughnieh, morto no dia 12 de fevereiro em uma explosão em Damasco, informou o jornal israelense.

No dia 20 de agosto, o Departamento de Luta Antiterrorista, subordinado ao gabinete do primeiro-ministro Ehud Olmert, exortou os israelenses que vivem no exterior a tomar precauções para evitar atentados e seqüestros do Hezbollah.

cad/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG