Amã, 16 jan (EFE) - Uma equipe das forças de segurança israelenses chegaram à Jordânia para revisar a segurança da embaixada do país em Amã, dois dias depois da detonação de um explosivo perto de um carro de diplomatas na Jordânia, informou o Governo jordaniano.

Em declarações publicadas hoje pelo jornal "Al Gad", o ministro de Estado para Assuntos Midiáticos, Nabil Sharif, negou que tal equipe participe das investigações sobre o atentado fracassado, que aconteceu perto da ponte do Rei Hussein, que liga a Cisjordânia com o reino.

"As investigações, que são feitas em sua totalidade por pessoal jordaniano, ainda continuam e anunciaremos todos os achados", disse Sharif.

Os diplomatas israelenses viajavam pela estrada que liga Amã com o mar Morto, aonde se dirigiam para passar o fim de semana, quando foram surpreendidos pela explosão, que não causou vítimas. EFE am/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.