Israel envia 300 policias para conter radicais em Hebron

JERUSALÉM - Israel colocou 300 policiais antidistúrbios na cidade de Hebron, na Cisjordânia, nesta quarta-feira, para fazer frente a uma onda de colonos radicais que se entrincheiraram em um imóvel que, por ordem judicial, deveria ser evacuado.

EFE |


O governo israelense decidiu enviar essa força devido aos violentos distúrbios registrados na cidade na terça-feira, nos quais ficaram feridas 20 pessoas entre colonos, palestinos e agentes de segurança.

Nesta quarta, a polícia deteve 15 colonos por desordem pública, conforme publica o jornal "Ha'aretz".

O temor de uma revolta judia em Hebron começou em 16 de novembro devido a uma decisão do Tribunal Supremo, que dava ordem para que o Estado esvaziasse em 72 horas um imóvel em disputa.

Os colonos asseguram que compraram o imóvel legalmente junto a um palestino, que, por sua vez, denuncia que os documentos foram falsificados.

Desde tomada essa decisão, milhares de radicais judeus peregrinaram rumo ao imóvel e se lançaram à subversão contra as forças da ordem com constantes provocações direcionadas à população palestina.

    Leia tudo sobre: israel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG