Israel em alerta máximo para a Páscoa judaica

A polícia israelense está em alerta máximo, com a Cisjordânia totalmente isolada, por causa dos temores de atentados palestinos durante a Páscoa judaica.

AFP |

"Durante 10 dias mobilizaremos milhares de policiais por todo o país, sobretudo nas ruas, em centros comerciais e na saída de locais públicos", declarou à AFP o porta-voz da polícia de Israel, Micky Rosenfeld.

As festividades da Páscoa judaica começarão no sábado e se prolongarão durante uma semana.

As medidas de segurança entrarão em vigor na quinta-feira à tarde, com o bloqueio total da Cisjordânia até 27 de abril.

Israel teme ataques de grupos armados palestinos procedentes de Gaza e da Cisjordânia e do movimento xiita Hezbollah na fronteira norte com o Líbano, assim como atentados contra turistas israelenses na península egípcia do Sinai.

"Não há ameaças concretas por ocasião do feriado, além das habituais", acrescentou Rosenfeld.

hsa/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG