Israel e o Hezbollah deram início nesta quarta-feira a uma troca de prisioneiros na fronteira entre o Líbano e seu vizinho do sul. Israel recebeu, do Hezbollah, dois caixões com os supostos despojos dos soldados Eldad Regev e Ehud Goldwasser, capturados durante uma operação do Hezbollah em 2006.

A identidade dos corpos será verificada através de testes de DNA, o que pode levar várias horas. Muitos israelenses esperavam que eles ainda estivessem vivos.

Assim que as identidades forem confirmadas, Israel entregará ao Hezbollah cinco militantes do grupo islâmico que estavam sendo mantidos como prisioneiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.