Israel e Hezbollah assinam acordo de troca de prisioneiros

Israel e o movimento xiita libanês Hezbollah, que se dispõem a trocar os restos de dois soldados israelenses por um grupo de presos libaneses, assinaram nesta segunda-feira o acordo oficialmente, indicou o porta-voz do primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert.

AFP |

"Ofer Dekel (emissário israelense encarregado das negociações sobre os prisioneiros e desaparecidos) assinou na presença de autoridades da ONU o acordo proposto pelas Nações Unidas", declarou Mark Regev.

Hassan Nasrallah, líder do movimento xiita, anunciou na quarta-feira que Israel libertaria "em uma ou duas semanas" cinco presos libaneses, entre eles o que está detido há mais tempo, Samir Kantar, graças a um acordo aprovado domingo pelo governo israelense.

Além da libertação dos cinco detentos, o acordo prevê a devolução de corpos de combatentes do Hezbollah e a libertação de prisioneiros palestinos, em troca da restituição dos corpos dos soldados israelenses Ehud Goldwasser e Eldad Regev, seqüestrados em 2006.

sy/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG