Israel e Hamas acertam últimos detalhes do acordo de troca de prisioneiros

Jerusalém - Israel e o movimento islamita palestino Hamas ultimam hoje no Cairo, com mediação egípcia, os detalhes de um acordo de troca de prisioneiros que o Gabinete de Ministros israelense submeterá à votação amanhã.

EFE |

O diretor do Shin Bet (Agência de Segurança de Israel), Yuval Diskin, e o enviado especial do Governo, Ofer Dekel, "negociam hoje no Egito a libertação do soldado Gilad Shalit e retornarão a Jerusalém esta noite", confirmou à Agência Efe Mark Regev, porta-voz do primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert.

A informação que trouxerem da capital egípcia será apresentada amanhã em uma reunião especial do Gabinete de Ministros na qual "se tomará a decisão que se tem que tomar", declarou hoje aos jornalistas Olmert, segundo informa o jornal "Yedioth Ahronoth" em sua versão digital.

"Para bem ou para mal o assunto será decidido hoje", declarou o ministro do Interior, Meir Sheetrit, dizendo que "este fim de semana (sexta-feira e sábado em Israel), fizeram-se grandes esforços para alcançar um acordo".

Sheetrit lembrou que os dias deste Governo estão contados e o Executivo atual "está preparado para completar o acordo mas, quando mudar, ninguém sabe o que vai acontecer", informou.

O "Ha'aretz" informava hoje em sua capa que Olmert deu um ultimato ao Hamas para chegar a um acordo e pôs como data limite esta noite.

O porta-voz do primeiro-ministro, no entanto, disse à Efe que "não lhe consta" que exista nenhum prazo limite.

Leia mais sobre: Israel - Hamas

    Leia tudo sobre: hamasisrael

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG