Israel e EUA concordam em relação aos objetivos, mas não na tática (Lieberman)

Estados Unidos e Israel estão de acordo em seus objetivos estratégicos, mas divergem sobre a tática para alcançá-los, afirmou nesta quinta-feira o chefe da diplomacia israelense, Avigdor Lieberman.

AFP |

"Há um acordo total entre Israel e Estados Unidos sobre seus objetivos estratégicos", afirmou Lieberman à Associação de Câmaras israelenses de Comércio, em Tel Aviv.

"Estamos de acordo com a necessidade de impedir que Irã possua armas não convencionais, e que esse país é um fator de desestabilização no Oriente Médio, envolvido em atividades hostis no Egito, no Líbano e na Faixa de Gaza", acrescentou.

Lieberman se referiu com estas palavras ao apoio do Irã ao movimento xiita libanês Hezbollah e aos islamitas palestinos do Hamas.

"Está claro, portanto, que é preciso preservar a vantagem qualitativa (superioridade militar) de Israel", acrescentou.

Lieberman também afirmou que as divergências entre Israel e Estados Unidos "se referem à tática e ao caminho" a serem adotados para que os objetivos estabelecidos por ambos os países sejam alcançados.

O ministro fez estas declarações após o encontro de segunda-feira na Casa Branca entre o presidente norte-americano, Barack Obama, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no qual ambos os dirigentes deixaram claras as suas divergências, sobretudo em relação à solução do conflito entre israelenses e palestinos.

ChW/ezz/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG