Israel diz ser essencial que palestinos o reconheçam como Estado

Jerusalém, 27 abr (EFE).- O chanceler israelense divulgou hoje um comunicado em resposta ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, em que reitera que considera essencial e necessário que os palestinos reconheçam Israel como Estado.

EFE |

"Quanto mais os palestinos assimilem esse fato fundamental e substantivo, antes haverá conquistas para a paz entre as duas nações", afirmou a Chancelaria, chefiada pelo ultradireitista Avigdor Lieberman.

O reconhecimento de Israel como "Estado soberano para o povo judeu é um passo essencial e necessário no histórico processo de reconciliação" com os palestinos, completou.

A nota foi divulgada depois que Abbas afirmou, em discurso na cidade de Ramala, na Cisjordânia, que não reconhecerá Israel como Estado judeu, condição imposta pelo novo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, para conseguir avanços no diálogo de paz.

Foi a primeira declaração pública de Abbas contra a aceitação de Israel como Estado depois que, segundo a imprensa local, Netanyahu situou isso como condição para reiniciar o diálogo político. EFE ap/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG