Israel diz esperar reconciliação com mundo muçulmano

Israel disse nesta quinta-feira esperar uma reconciliação com o mundo muçulmano depois do discurso de Barack Obama, mas ressaltou que continuará priorizando sua segurança em um eventual acordo de paz.

AFP |

"O governo israelense espera que o importante discurso pronunciado pelo presidente Obama no Cairo favorecerá uma nova reconciliação entre o mundo muçulmano e Israel", disse a presidência do Conselho em comunicado.

"Israel quer a paz, e fará tudo que está em seu poder para ampliar o círculo da paz, levando em consideração seu interesse nacional e principalmente sua segurança", diz o texto.

Em seu discurso, Obama apoiou a busca dos palestinos por seu Estado, e qualificou a situação dos palestinos de "intolerável".

Ele também conclamou Israel a parar com a colonização nos territórios palestinos, insistindo no "forte vínculo" entre os Estados Unidos e o Estado hebreu.

As relações entre Washington e Tel Aviv esfriaram um pouco com a recusa do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, de congelar a colonização nos territórios.

bur/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG