Israel deve retomar construções nas colônias, afirma ministra

Segundo ministra, construção de assentamentos será retomada imediatamente após o prazo previsto por suspensão

EFE |

As construções devem ser retomadas nas colônias judaicas da Cisjordânia ocupada ao fim da moratória, que permanecerá em vigor até setembro, afirmou a ministra da Cultura e dos Esportes de Israel, Limor Livnat.

"Não há a menor dúvida: a construção será retomada em Judeia-Samaria (Cisjordânia) imediatamente após o prazo previsto pela suspensão, 26 de setembro¨, declarou a ministra à rádio militar.

"O governo ordenou uma suspensão temporária, e esta decisão é intocável. Para Israel está descartado tentar convencer os palestinos por meio de concessões a iniciar negociações de paz diretas", completou Livnat.

Em novembro do ano passado, sob pressão dos Estados Unidos, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu aprovou uma moratória de 10 meses da colonização judaica na Cisjordânia ocupada para favorecer a retomada do processo de paz com os palestinos.

O processo, suspenso desde a ofensiva israelense contra a Faixa de Gaza em dezembro de 2008, foi retomado em 9 de maio com discussões indiretas, chamadas de "proximidade", por intermédio do enviado americano George Mitchell.

Livnat é membro do partido Likud, de Netanyahu, e fez as declarações no dia em que o premiê israelense é esperado em Washington para uma reunião na Casa Branca com o presidente Barack Obama.

Antes de viajar a Washington, Netanyahu se reuniu com vários ministros do Likud, para relatar as mensagens políticas que pretende transmitir às autoridades americanas, segundo a rádio pública.

    Leia tudo sobre: IsraelCisjordâniaassentamentos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG