Israel deve aprovar sábado um cessar-fogo unilateral

O gabinete de segurança israelense deve votar neste sábado, favoravelmente, uma proposta de cessar-fogo unilateral na Faixa de Gaza, anunciou nesta sexta-feira um representante do governo.

AFP |

"O gabinete de segurança deve votar a favor de um cessar-fogo unilateral amanhã (sábado), depois da assinatura de um acordo em Washington e dos progressos significativos realizados no Cairo", afirmou à AFP este responsável, que não quis ser identificado.

Mas "as forças israelenses ficarão em Gaza depois da instauração de um cessar-fogo unilateral", destacou, sem especificar a duração desta presença.

Segundo a fonte, Israel acredita que o Hamas não voltará a atacar, mas "se eles decidirem abrir fogo, não hesitaremos em responder e a seguir adiante com nossa ofensiva".

Ressaltou que o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, "está satisfeito com o resultado das negociações no Cairo, que responderam às exigências básicas de Israel sobre o fim dos disparos de foguetes e um acordo sobre uma coordenação entre Israel e o Egito sobre a abertura dos pontos de passagem" entre o Estado hebreu e a Faixa de Gaza.

"Uma decisão foi tomada para acabar com o contrabando de armas procedentes do Irã, tanto na fonte como através do túneis", frisou.

O principal negociador israelense, Amos Gilad, viajou nesta sexta-feira ao Cairo para se encontrar, pela segunda vez em 48 horas, com o chefe dos serviços secretos egípcios, Omar Suleiman, o homem-chave dos contatos indiretos entre Israel e o Hamas.

Em Washington, a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, assinou nesta sexta-feira com sua colega israelense Tzipi Livni, um acordo bilateral para lutar contra o contrabando de armas à Faixa de Gaza.

"O protocolo de acordo que assinamos hoje é fundamental para a instauração de um cessar-fogo", ressaltou Livni.

rb/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG