Israel desloca presos do Hezbollah para fazer troca

Por Rami Amichai PRISÃO DE HADARIM, Israel (Reuters) - Israel transferiu na segunda-feira os quatro guerrilheiros libaneses a serem entregues na quarta-feira ao Hezbollah, conforme uma troca de prisioneiros mediada pela ONU.

Reuters |

Maher Qorani, Mohammad Srour, Hussein Suleiman e Khodr Zeidan foram transferidos da prisão de Ashmoret, perto da cidade litorânea de Netanya, para a penitenciária de Hadarim, a 11 quilômetros dali, segundo um porta-voz do Serviço Prisional.

Os quatro estavam em Ashmoret desde que foram capturados, durante a guerra de 2006 no Líbano. Um quinto preso a ser trocado, Samir Qantar, já cumpria pena de prisão perpétua em Hadarim, por ter realizado um ataque na cidade de Nahariya, em 1979, que resultou na morte de um policial, de outro homem e da filha dele, de 4 anos.

Em troca dos cinco homens, Israel receberá de volta dois soldados capturados no incidente fronteiriço que desencadeou a guerra de 34 dias entre Israel e o Hezbollah, há dois anos.

O grupo xiita, que tem apoio da Síria e do Irã, não se manifestou sobre o estado dos soldados Ehud Goldwasser e Eldad Regev, embora o primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, diga que eles provavelmente foram mortos.

Sob o acordo, negociado por um agente alemão de inteligência, Israel também entregará os corpos de cerca de 200 árabes mortos quando se infiltravam no norte de Israel. O Hezbollah, por sua vez, devolverá os restos de soldados israelenses mortos em 2006 no sul do Líbano.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG