Israel condenou neste domingo a atitude e as declarações indignas do presidente venezuelano, Hugo Chávez, em declarações à AFP do porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Yigal Palmor.

"A atitude e as declarações de Hugo Chávez são indignas do povo venezuelano, um país orgulhoso e amigo de Israel", declarou à AFP.

Segundo ele, o presidente Chávez não se mostra à altura da "tradição bolivariana" da história de seu país.

Chávez, principal aliado de Teerã na América Latina, apóia o polêmico programa nuclear iraniano. Israel e Estados Unidos acusam o a Irã de desejar fabricar armas nucleares utilizando seu programa civil, o que Teerã nega.

"Não há uma só prova de que o Irã esteja construindo ou fabricando uma bomba nuclear", afirmou Chávez ao desembarcar na capital iraniana na sexta-feira.

Na etapa síria da viagem pelo Oriente Médio, Chávez declarou que "o Estado de Israel se transformou em lacaio assassino".

jlr/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.