Israel denuncia membro do Vaticano que comparou Gaza a campo concentração

Israel denunciou nesta quarta-feira as declarações de um responsável do Vaticano que comparou Gaza a um grande campo de concentração e o acusou de empregar termos extraídos da propaganda do Hamas.

AFP |

"Dar declarações que parecem extraídas diretamente da propaganda do Hamas, ignorando, ao mesmo tempo, os incontáveis crimes" cometidos pelos islamitas, "transformando a Faixa de Gaza em um gigantesco escudo humano, não é algo que vá aproximar o público da verdade e da paz", disse à AFP o porta-voz da chancelaria israelense, Yigal Palmor.

O ministro de Justiça e Paz do Vaticano, cardeal Renato Martino, declarou ao jornal italiano on-line "Il Sussidiario", que as condições em Gaza "se parecem cada vez mais com um grande campo de concentração".

cad/tt/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG