Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Israel defende negociações diretas com Síria

Israel deve continuar com suas conversações com a Síria sem mediação turca ou condições prévias, declarou nesta sexta-feira o vice-premier israelense, Shaul Mofaz.

AFP |

"Devemos negociar com a Síria, mas sem condições prévias", disse Mofaz no Washington Institute for Near East Policy, um "think tank" americano.

"Acredito na paz e no sucesso da paz (...) e farei todo o possível para levar a paz ao Estado de Israel",

Síria e Israel concluíram na quarta-feira, em Istambul, a quarta rodada de negociações, sob mediação turca, e decidiram prosseguir com as conversações para encontrar uma solução para suas divergências.

Os dois países acertaram uma quinta rodada de negociações para agosto, sob a mediação de responsáveis do ministério turco das Relações Exteriores.

A retomada do diálogo indireto entre israelenses e sírios, após um congelamento de oito anos, foi anunciada simultaneamente por Israel, Síria e Turquia em 21 de maio passado.

Israel e Síria estão formalmente em guerra desde 1948, mas firmaram um armistício e um acordo de cessar-fogo.

Em troca da paz, a Síria exige a restituição das colinas de Golã, conquistadas pelo Exército israelense em junho de 1967 e anexadas ao Estado hebreu em 1981.

lc/LR

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG