Israel decide libertar prisioneiros palestinos

O governo israelense aprovou neste domingo a libertação de 250 prisioneiros palestinos, seguindo uma promessa feita pelo primeiro-ministro do país, Ehud Olmert. Os prisioneiros, que fazem parte dos 11 mil detidos por Israel, serão soltos na Cisjordânia.

BBC Brasil |

Uma autoridade israelense disse que a medida tem o objetivo de reforçar a administração do presidente palestino Mahmoud Abbas na Cisjordânia contra o grupo Hamas, que controla o poder na Faixa de Gaza.

O integrante do gabinete israelense, Gideon Ezra, disse que com a medida Israel quer ajudar Abbas "a conquistar a cooperação da população" sem prejudicar Israel, segundo a agência de notícias Reuters.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG