Israel decepcionado com encontro entre chanceler russo e Hamas na Síria

Israel se declarou neste domingo profundamente decepcionado com o encontro realizado na véspera em Damasco entre o chanceler russo, Serguei Lavrov e o líder do Hamas no exílio, Khaled Mechaal.

AFP |

"Estamos profundamente decepcionados com a decisão do Governo russo de manter relações com grupos terroristas", lamentou o gabinete do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, em um comunicado.

"O Hamas é uma organização terrorista, reconhecida como tal pelas instâncias internacionais, inclusive pelo Quarteto" para o Oriente Médio, do qual faz parte a Rússia, acrescentou o comunicado, antes de ressaltar que o "Hamas, assim como outras organizações terroristas, representa uma ameaça ao mundo livre".

Lavrov se reuniu com Mechaal na noite de sábado após a sua chegada à capital síria, informou um alto membro do movimento islâmico palestino.

Israel, Estados Unidos e União Europeia (UE) consideram o Hamas uma organização terrorista. A Rússia manteve contatos com o movimento islâmico, no poder em Gaza, para tentar facilitar o diálogo com seu rival Fatah.

O Quarteto é integrado por UE, ONU, Estados Unidos e Rússia.

mib-dlm/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG