Israel continua bombardeios e mata líder militar do Hamas

JERUSALÉM - A Força Aérea israelense continua os bombardeios sobre a Faixa de Gaza, que nesta madrugada causaram a morte de um destacado comandante militar do Hamas, informaram fontes militares israelenses.

EFE |

"O Exército atacou durante a noite um veículo em que estava Mamduk Jamal (Abu Zakaria al-Jamal) na Cidade de Gaza e ele morreu", disse à Agência Efe um porta-voz do Exército.

Segundo o porta-voz, Jamal era "um comandante militar responsável por várias brigadas de lançamento de foguetes".

Trata-se do segundo importante líder do movimento islâmico morto desde que começou, no sábado passado, a ofensiva israelense, que já matou mais de 400 pessoas e feriu cerca de outras 2.200 na Faixa.

Na quinta-feira, o Exército israelense conseguiu matar Nizar Rayan, dirigente do movimento que se encarregava de coordenar as ramificações políticas e militar do Hamas.

Ao longo da noite, o Exército israelense fez perto de 25 ataques em Gaza e destruiu as casas de vários membros do Hamas.

Desdesexta-feira à noite, as milícias palestinas lançaram quatro foguetes e duas bombas contra território israelense, que atingiram as localidades de Sderot e Ashkelon sem deixar feridos.

Fontes do Hamas divulgaram que, durante a madrugada, seus homens frustraram a primeira tentativa do Exército israelense de entrar na Faixa de Gaza por terra, segundo informou a versão digital do jornal "Ha'aretz".  No entanto, um porta-voz do Exército negou taxativamente que tenha acontecido uma operação do tipo.

    Leia tudo sobre: gaza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG