Israel confirma morte de soldado em Gaza

O exército israelense confirmou neste domingo a morte de um soldado em enfrentamentos com o Hamas na Faixa de Gaza.

Redação com agências |

"Posso confirmar que um soldado do exército israelense foi morto esta manhã por um morteiro na área de Beit Lahiya," indicou um porta-voz militar, confirmando informação divulgada mais cedo pela rede de TV Al-Jazeera.

Incursão terrestre

As tropas israelenses entraram no sábado na Faixa de Gaza e enfrentam, pela primeira vez desde o início dos bombardeios aéreos, os homens do Hamas dentro da zona de conflito. A ação israelense em Gaza, que tem como objetivo impedir que o Hamas lance ataques com foguetes contra o país, entrou no nono dia.

Ataque por terra em Gaza
Soldados israelenses entraram em território palestino / AP

Em resposta ao ataque terrestre israelense, os líderes do grupo palestino, responsável pela administração da Faixa de Gaza, ameaçaram transformar o território em um "cemitério" para os soldados israelenses.

Do outro lado, o Exército de Israel anunciou que a ofensiva terrestre, a primeira desta envergadura desde a evacuação da Faixa de Gaza, em 2005, durará "muitos dias". O governo explicou que o objetivo é "tomar o controle" dos setores de Gaza de onde são disparados os foguetes contra Israel.

Trégua descartada

O presidente israelense, Shimon Peres, rejeitou neste domingo a possibilidade de trégua na Faixa de Gaza, à medida que forças de Israel seguem com sua ofensiva contra militantes do Hamas. No entanto, ele disse que Israel não pretende ocupar a região.

"Nós não pretendemos nem ocupar Gaza nem esmagar o Hamas, mas sim esmagar o terror. E o Hamas precisa de uma real e séria lição. E eles estão aprendendo isso agora", disse Peres em entrevista para o programa da ABC News "This Week".

Cenário da invasão

Depois de entrarem na Faixa de Gaza, tanques israelenses abriram fogo contra posições do Hamas no norte do território, e os combatentes islâmicos responderam com tiros de morteiro, segundo testemunhas.

Explosões e trocas de tiros foram ouvidos em vários setores, enquanto as tropas, apoiadas por helicópteros Apache, avançavam na Faixa de Gaza. Os ativistas palestinos dispararam obuses de morteiro e detonaram várias bombas à beira das estradas durante sua passagem.

Uma criança palestina morreu e outras 11 pessoas ficaram feridas na explosão de um obus disparado por um tanque israelense, segundo fontes médicas e testemunhas.


Localização da Faixa de Gaza

Leia mais sobre Faixa de Gaza

    Leia tudo sobre: faixa de gaza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG