Israel confirma 1ª morte pela gripe

Jerusalém, 27 jul (EFE).- O Ministério da Saúde israelense confirmou hoje a primeira morte por causa da gripe suína, a de um homem de 35 anos residente no sul do país que tinha sido internado na semana passada.

EFE |

A autópsia determinou que o paciente, chamado Shimon Azran, morreu no sábado por complicações associadas ao vírus, após ser admitido no centro médico de sua localidade de residência, Eilat, com sintomas de pneumonia.

Na semana passada, outros dois israelenses foram hospitalizados de emergência - um deles em estado grave -, e podem estar infectados com o vírus A (H1N1).

Israel registra mais de 1,3 mil casos confirmados da gripe suína, segundo dados do Ministério da Saúde.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou 800 mortes relacionadas à gripe suína no mundo todo, que já se estendeu por 160 países.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE ap/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG