firme - Mundo - iG" /

Israel condena teste nuclear norte-coreano e pede reação firme

Israel condenou nesta segunda-feira o teste nuclear norte-coreano e pediu uma reação da comunidade internacional suficientemente firme para dissuadir outros países de imitarem Pyongyang.

AFP |

"Israel considera muito grave o teste nuclear efetuado pela Coreia do Norte e se une à preocupação que esse desenvolvimento suscitou no mundo", declarou o Ministério das Relações Exteriores israelense em um comunicado.

"Israel preocupa-se com as atividades de proliferação da Coreia do Norte, que tiveram repercussões negativas em nossa região", acrescentou o ministério.

"Israel espera que a comunidade internacional reaja com firmeza a esse teste norte-coreano para enviar uma mensagem clara a outros países", acrescentou.

A Coreia do Norte anunciou nesta segunda-feira ter efetuado "com sucesso" um novo teste nuclear, suscitando uma onda de protestos em todo o mundo.

Em setembro de 2007, a Força Aérea israelense destruiu na Síria instalações onde se suspeitava que atividades nucleares fossem desenvolvidas. Segundo Washington, tratava-se de um reator nuclear construído secretamente com a ajuda da Coreia do Norte.

A Síria, aliada do Irã, negou que o local atingido pela aviação israelense fosse uma instalação nuclear.

Israel e o Ocidente suspeitam que Teerã, cujo regime é inimigo do Estado hebreu, tente produzir a arma atômica sob o pretexto de desenvolver seu programa nuclear civil, o que o governo da República Islâmica desmente.

Segundo especialistas estrangeiros, Israel, que se recusa a assinar o Tratado de Não-Proliferação de armas nucleares, possui pelo menos 200 ogivas nucleares, além de mísseis de longo alcance e de submarinos com capacidade de disparar mísseis balísticos.

Israel jamais confirmou nem desmentiu esta capacidade nuclear, aplicando uma doutrina chamada de ambiguidade deliberada.

ezz/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG