Israel: começam consultas para formação de governo de direita

Depois de descartar a formação de um governo de unidade, o Likud, partido de Benjamin Netanyahu, iniciará nesta quarta-feira as consultas para a formação de um gabinete limitado à direita e aos partidos religiosos.

AFP |

Uma delegação do Likud se reunirá à tarde com representantes do partido de extrema direita laico Israel Beitenu, que nas eleições legislativas de 10 de fevereiro conseguiu 15 dos 120 deputados da Knesset (Parlamento unicameral), transformando-se na terceira formação da Câmara.

AFP

Partido de Netanyahu (foto) inicia consultas para formar gabinete

Também acontecerão encontros com representantes dos dois partidos ultraortodoxos, o Shas (sefardita) que obteve 11 cadeiras, e a Lista Unificada da Torá (asquenaze) que elegeu cinco deputados.

As consultas acontecem depois que o partido Kadima, liderado pela ministra israelense das Relações Exteriores Tzipi Livni, rejeitou a participação em um governo de união nacional.

O presidente israelense, Shimon Peres, encarregou Netanyahu a formar o novo gabinete. Netanyahu tem até 3 de abril para ser empossado pelo Parlamento, onde tem o apoio de 65 deputados.

Leia mais sobre Israel - Netanyahu

    Leia tudo sobre: israel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG