Israel começou a libertar nesta segunda-feira os 199 presos políticos palestinos, entre eles os que estavam há mais tempo atrás das grades, num gesto de boa vontade para com o presidente Mahmud Abbas.

Reagrupados no centro de detenção israelense de Ofer, os presos palestinos começaram a subir em ônibus que o levariam ao posto de Beitunia, na entrada de Ramallah, Cisjordânia.

A maioria dos presos libertados beijaram o chão ao sair da prisão.

str/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.