Israel começa a levantar bloqueio à Faixa de Gaza

Israel começou neste domingo o processo gradual de relaxamento do seu bloqueio econômico à Faixa de Gaza, como conseqüência do acordo de cessar-fogo com militantes palestinos do Hamas, que entrou em vigor na quinta-feira. Um porta-voz do governo israelense disse que esta primeira fase envolve a permissão para que 90 caminhões com alimentos e bens comerciais entrem na Faixa de Gaza.

BBC Brasil |

Normalmente apenas 60 caminhões fazem a travessia a cada dia.

Entre os suprimentos enviados havia leite, frutas e vegetais.

A trégua, que entrou neste domingo no seu quarto dia, tem sido respeitada até agora.

Bens proibidos
Autoridades israelenses dizem que se o cessar-fogo continuar, haverá um novo aumento nos suprimentos enviados a Gaza.

Isso poderia significar o envio de bens atualmente proibidos, como por exemplo cimento e outros materiais de construção.

Israel intensificou seu bloqueio a Gaza após a tomada do controle da região pelo Hamas, há pouco mais de um ano.

O governo israelense justificou a medida dizendo que ela tinha como objetivo forçar o Hamas a impedir que militantes palestinos disparassem foguetes em direção ao território israelense.

O embargo tornou ainda pior a já grave situação humanitária em Gaza.

No início do ano, militantes palestinos destruíram parte de uma barreira na fronteira com o Egito, permitindo que milhares de pessoas cruzassem para o lado egípcio para comprar suprimentos.

O Egito, que se opõe ao Hamas, conseguiu fechar sua fronteira novamente após duas semanas, mas as cenas das forças de segurança egípcia em confronto com os palestinos provocaram desconforto em grande parte do mundo árabe.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG