Israel censura programa humorístico a pedido do Vaticano

A Santa Sé pediu e conseguiu a censura por parte das autoridades de Israel de um programa humorístico de um canal de tv privado que ridicularizava com palavras e imagens blasfemas Jesus Cristo e a Virgem Maria, informou o Vaticano nesta sexta-feira em um comunicado.

AFP |

"As autordades governamentais, informadas pelo núnciio apostólico, intervieram rapidamente para garantir que o programa fosse interrompido e obter desculpas públicas do canal", afirma o comunicado.

"Manifestamos nossa solidaridade aos cristãos da Terra Santa e deploramos um ato tão vulgar, ofensivo e intolerante", conclui a nota.

O programa televisivo foi transmitido no início da semana e foi realizado pelo humorista Leor Shlein, que brincou com alguns aspectos da vidad e Jesus e afirmou que "Maria foi engravidada aos 15 anos por colega de turma".

O comediante pediu desculpas depois dos protestos dos bispos católicos e dos árabes israelenses cristãos.

kv/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG