GAZA (Reuters) - Aviões de combate israelenses bombardearam um túnel sob a fronteira da Faixa de Gaza com o Egito nesta segunda-feira, no primeiro ataque do tipo em quase dois meses, informaram os militares de Israel. Testemunhas e autoridades do grupo islâmico Hamas, que controla o enclave, confirmaram o ataque ocorrido antes do amanhecer. Não há informações de mortos ou feridos.

Os túneis utilizados para o contrabando em Gaza, que ainda existem às centenas apesar dos ataques aéreos israelenses e do controle mais restrito do Egito, são um frequente alvo para a retaliação de Israel devido aos ataques realizados em Gaza pelos grupos palestinos.

O ataque desta segunda-feira foi realizado em resposta a um recente lançamento de foguetes e morteiros, de acordo com uma porta-voz dos militares de Israel. Esse foi o primeiro bombardeio aérea sobre a Faixa de Gaza desde 18 de junho.

Israel lançou uma ofensiva militar aérea e terrestre em Gaza em dezembro, matando cerca de 1.400 palestinos. Israel afirmou que os ataques foram em resposta ao lançamento de foguetes por parte de militantes palestinos a partir de Gaza para cidades do sul de Israel.

Treze israelenses morreram nos 22 dias de conflitos.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.