GAZA (Reuters) - Ataques israelenses neste sábado causaram a morte de dois meninos e outras cinco pessoas que se refugiavam em uma escola da ONU na Faixa de Gaza, em um momento em que o Estado judeu avalia um cessar-fogo unilateral em sua ofensiva de três semanas contra o Hamas. O Gabinete de Segurança do primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, deve se reunir esta noite (horário local) e fontes políticas afirmaram que os ministros poderiam decidir interromper os ataques sem chegar a um acordo com o movimento islâmico Hamas, que controla Gaza.

O Hamas, por sua vez, reafirmava que continuará sua luta em Gaza a menos que suas reivindicações a Israel sejam cumpridas, indicado que ignoraria um cessa-fogo unilateral.

(Por Nidal al-Mughrabi)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.