Israel bombardeia alvos do Hamas e túneis na Faixa de Gaza

GAZA (Reuters) - Aviões israelenses bombardearam um posto de segurança do Hamas e túneis na fronteira entre o Egito e a Faixa de Gaza nesta terça-feira, horas depois de um foguete disparado do território palestino atingir uma cidade de Israel, disseram fontes israelenses e do Hamas. Médicos palestinos disseram que uma mulher em Gaza teve ferimentos moderados após um dos vários ataques aéreos contra túneis que Israel diz serem usados para tráfico de armas para o território palestino.

Reuters |

Outro ataque teve como alvo um posto do Hamas perto da fronteira com Israel, disse uma fonte do Hamas. Foi a primeira vez que Israel atacou o grupo militante islâmico desde o cessar-fogo de 18 de janeiro anunciado após uma ofensiva israelense.

Um porta-voz do Exército israelense confirmou os bombardeios aéreos dizendo que Israel atacou quatro túneis fronteiriços e dois locais em Gaza onde armas eram produzidas, em resposta ao ataque com foguete contra uma cidade israelense.

Mais cedo, um foguete disparado de Gaza danificou uma casa na cidade israelense de Sderot, ao sul, sem deixar feridos. Nenhum grupo militante assumiu a responsabilidade pelo ataque.

Foi o primeiro ataque com um foguete contra uma cidade de Israel em várias semanas. A intensidade desses ataques havia diminuído muito desde a ofensiva israelense contra militantes islâmicos em Gaza há quatro meses.

O porta-voz israelense disse que 175 morteiros e foguetes foram disparados contra Israel desde o fim da ofensiva, enquanto houve ao menos 500 ataques similares contra cidades israelenses durante os 22 dias de conflito.

Em 2 de maio, um bombardeio israelense em resposta a um morteiro disparado de Gaza matou dois palestinos. O alvo daquele bombardeio também foram os túneis sob a fronteira Gaza-Egito.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG